A instalação de telhado e os tipos de telhas do mercado

A cobertura é um dos principais elementos em qualquer tipo de edificação e quando a questão do telhado é abordado, é interessante analisar dois formatos que recebem grande destaque: os embutidos e os convencionais.

O primeiro caso é comumente encontrado em edifícios, em que os telhados contam com molduras que recebem o nome de platibandas, que possuem como principal funcionalidade escondê-lo. Já os convencionais são comuns em residências,  que são basicamente os painéis inclinados por onde a água da chuva escorre.

Para evitar problemas com a água da chuva, além de garantir uma boa estrutura para o telhado, é possível recorrer a instalação de calhas e rufos. As calhas são cruciais para a condução de água, enquanto os rufos são instalados para a proteção das paredes expostas, essencialmente contra infiltrações.

Entre os principais problemas evitados por esses elementos, é possível citar:

  • Corrosões;
  • Rachaduras;
  • Comprometimento do reboco;
  • Bolhas na pintura.

Esses itens podem ser compostos pelos mais variados materiais, como PVC, alumínio e aço galvanizado, sendo essas últimas opções as mais comuns devido a resistência que apresentam e durabilidade, o que representa um custo-benefício considerável.

A instalação correta do telhado tem grande influência para um bom desempenho destes elementos, principalmente, uma inclinação correta, caso contrário, sua funcionalidade poderá não ser aproveitada.

Já no que diz respeito as principais diferenças entre os telhados, elas estão relacionadas, essencialmente, com os materiais aplicados e estruturas. Por exemplo, a telha sanduiche, que também recebe o nome de telha termoacústica, é composta por duas chapas metálicas e um isolante no núcleo, normalmente, composto por isopor ou poliuretano.

Duas propriedades que se destacam ao falar desse tipo de telha é a vedação e instalação relativamente práticas.

O isolamento térmico também recebe grande visibilidade, pois seu impacto no ambiente pode ser decisivo, inclusive para o custo de energia ao abordar aplicações de equipamentos para acondicionar a temperatura. Dessa maneira, se pode dizer que o telhado de isopor tem grande potencial para contribuir com o conforto dos ambientes.

Conheça as principais características da telha de PVC

A telha de PVC tem como principais atributos a praticidade na instalação e o fato de que pode ser 100% reciclada em uma telha nova.

Quando comparada com outros modelos, é uma alternativa de grande leveza, o que tem impacto no transporte e, consequentemente, em índices menores de perdas no manuseio e locomoção. Os custos também são otimizados com esse tipo de material.

Naturalmente, por mais que seja um material de grande resistência, esse fator tem relação com o processo de fabricação, instalação e até mesmo com o caminhamento na telha.

No caso da manutenção, é considerada prática pelo PVC não reter impurezas e, principalmente, não favorecer o crescimento de fungos. Sendo assim, com baixa frequência é possível limpar com água e sabão.

Qual é o diferencial da telha de fibra de vidro?

Telhados com translucidez podem ter grande destaque nas edificações, principalmente, quando se trata de um melhor proveito da luz natural. Uma das alternativas aplicadas para atender essa necessidade é a telha de fibra de vidro, que confere grande leveza para os projetos.

Trata-se de um material obtido através de vidro e resina, que pode apresentar uma vida útil considerável.

Seu custo em relação a outros materiais pode ser relativamente inferior e por esse motivo é muito comum que seja classificado como um material econômico.

Dependendo do tipo de estrutura a ser atendida, há possibilidade de combinar outros materiais que também são translúcidos e que podem garantir um resultado ainda mais favorável de forma geral, como o policarbonato e o vidro.

Ao longo do texto foi evidenciada a diversidade nos modelos de telhas, o que reforça a cautela no momento de selecionar e projetar.

É válido dar ênfase ao fato de que a telha é determinante para o dimensionamento adequado da estrutura, essencialmente, no que diz respeito a inclinação, uma vez que existe limitações para cada modelo.

Além dos aspectos apontados anteriormente, nesse contexto repleto de opções, é interessante abordar que a telha de amianto é restrita em muitas regiões pelo potencial nocivo à saúde que o material apresenta.

Ao surgir interesse por esse tipo de material, é fundamental ter suporte profissional para esclarecer todas as dúvidas e evitar processos nocivos para os trabalhadores da obra e todos os envolvidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *