Confira os tubos e conexões galvanizados

A galvanização é um tipo de técnica empregada nos mais variados itens como estacas, fios e tubos, principalmente para conferir a esses itens propriedades anticorrosivas – por meio de uma camada protetora.

Há diferentes formas de galvanização, como por meio da imersão a quente na qual chapas de aço laminadas e posteriormente, o material é soldado, ganhando principalmente maior homogeneidade para assegurar maior resistência e uma estética mais favorável.

Para potencializar a durabilidade e resistência, é aplicada extra interna ou externa de zinco. Esse processo é chamado de zincagem, que comumente é realizada em uma temperatura em torno de 445° a 455°C.

No início, a reação é ágil, constituindo uma forma mais espessa da camada extra. Posteriormente, a reação é mais lenta e mesmo que a peça fique imersa por um período longo, a espessura não é elevada de forma significativa.

Um exemplo muito aplicado em diversos setores corresponde ao tubo de aço galvanizado, que pode ser encontrado em diversos tamanhos e formatos, como quadrados, oblongos e redondos.

Entre as aplicações que contam com o uso do tubo galvanizado, é possível citar os seguintes itens:

  • Traves esportivas;
  • Instalações hidráulicas;
  • Grades de portões;
  • Alambrados;
  • Instalações elétricas.

Por mais que seu uso mais comum seja em estruturas metálicas e em esquadrias, é interessante observar que a versatilidade dos itens galvanizados também é muito visada pela indústria.

Em usinas de álcool e açúcar, por exemplo, esses tubos podem estar presentes em sistemas de transferência de grânulos e líquidos, pois, por causa da resistência à corrosão, são favoráveis para atender a passagem de fluidos agressivos.

Já no setor petroquímico e químico, as propriedades anticorrosivas também são o grande diferencial, principalmente para garantir a proteção dos fluídos que passam em seu interior.

Por essa razão, são comumente aplicados para o processamento, transporte e para manipulação de substâncias químicas. Além disso, a baixa rugosidade dos tubos galvanizados evitam que incrustações sejam geradas.

Principais características das conexões galvanizadas

As conexões galvanizadas, assim como os tubos, recebem o tratamento de galvanização para que seja possível obter uma camada de maior proteção. Por esse motivo, as conexões são aplicadas, principalmente, nas tubulações que conduzem vapores, gases e líquidos.

Há uma série de conexões que podem ser empregadas, tais como buchas de redução macho/fêmea, flanges, niples duplos, curvas macho/fêmea 45 e 90°, entre outras possibilidades.

Além disso, a conexão pode apresentar rosca nas pontas ou ser lisa para a soldagem.

Diferentes aspectos das conexões devem ser analisados, principalmente no que diz respeito aos diâmetros que apresentam e a finalidade para cada aplicação. Afinal, é preciso assegurar que os componentes sejam de qualidade e atendam as normas necessárias de instalação.

O que é tubo mecânico?

O tubo mecânico pode ser constituído por aço inoxidável ou carbono. Além disso, conta com paredes grossas, porém, não é recomendado para a condução de gases e líquidos com altas temperaturas e pressões.

Por outro lado, tem amplo uso na produção de elementos tubulares para plataformas, máquinas e pontes rolantes.

Devido a capacidade de suportar diferentes esforços físicos e a excelente soldabilidade, os tubos mecânicos também são aplicados como elementos estruturais, como em colunas e na fabricação de vasos de pressão como acumuladores, tanques e cilindros.

Da mesma forma que outros tubos, o mecânico também pode ser encontrado de diferentes formas, até mesmo galvanizados por imersão a quente ou sem revestimento. Além disso, também podem ser retangulares, quadrados ou redondos.

Quando há procura por empresas que trabalham com esse tipo de tubo, é interessante se ater as especificações que vão além da boa soldabilidade e das formas.

Afinal, diferentes aspectos podem influenciar para o bom desempenho do tubo no que diz respeito ao manuseio, logística e processamento; tais como a amenização de perda do material, ganho de produtividade, usinabilidade, velocidade de corte, entre outros.

Por mais que os tubos e conexões galvanizados sejam facilmente encontrados, é indispensável que um profissional qualificado identifique quais são as necessidades a serem atendidas em cada operação, assim como as especificações que o tubo ideal deve apresentar para obter resultados satisfatórios.

Isso porque, assim como com qualquer outro material, até mesmo entre os itens galvanizados pode-se encontrar grandes distinções. Naturalmente, devem ser respeitadas e analisadas antes do uso, pois podem ser decisivas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *