Como melhorar a durabilidade de um piso?

Os detalhes de acabamento de uma obra são fundamentais. Eles finalizam a obra na sua forma bruta, deixando-a bonita e dando a ela uma estética agradável.

Além disso, eles também correspondem a uma parte considerável do total de gastos da construção e, por essa razão, é preciso investir bem.

Como saber qual é o piso perfeito?

Na realidade, não existe um tipo de piso que seja ideal para cada situação e a maneira como escolhemos, geralmente, está ligada ao gosto particular e ao custo.

Em áreas úmidas, como banheiro e lavanderia, é indicado que se use tipos específicos de azulejos, já nos outros cômodos da casa, essa escolha é livre.

Alguns fatores podem ajudar na escolha do piso e também do lugar onde será realizada a compra.

Por exemplo, se você preferir um ambiente com temática rústica e mais calorosa pode optar por um piso de madeira tradicional ou laminado.

E se essa for, de fato, sua escolha, pode procurar por empresas que ofereçam o piso laminado colocado, reduzindo gastos com instalação e preocupações em contratar uma segunda prestadora.

Já se seu estilo coincidir mais com uma decoração moderna, sóbria e fria, é possível optar por pisos de porcelanato ou cimento e, nesse caso, indica-se procurar por lojas em que há promoções para grandes quantidades de peças, ou por pacotes fechados.

Como aumentar a durabilidade do piso?

Conforme os anos passam, é natural que os pisos, assim como os demais materiais da casa, se desgastem.

Para solucionar isso, é possível recuperar piso de madeira ou porcelanato, por meio de procedimentos que utilizam agentes específicos e, algumas vezes, trocam peças que custariam mais para recuperar.

No entanto, é sempre melhor tomar medidas preventivas, realizando manutenções periódicas e evitando a troca.

Quando os pisos ficam velhos, eles sinalizam problemas, como:

  • Se forem de madeira, podem alojar cupins;
  • Absorver umidade debaixo do piso, se este estiver mal selado;
  • Interferem na estética do ambiente;
  • Apresentam pontas, que podem causar acidentes.

A manutenção dos pisos de madeira é também chamada de raspagem de piso de madeira, ou raspagem de tacos.

Nessa manutenção, vários modelos de lixa são usados para polir o piso, retirando toda a resina velha e restos de verniz.

As lixas possuem espessuras diferentes e são alternadas durante o procedimento, a fim de deixar o assoalho uniforme, e, para terminar de restaurar piso de madeira, são aplicadas novas camadas de verniz e de resina.

Existem também outras opções de manutenção, o polimento de pisos, por exemplo, é uma técnica que funciona em diferentes tipos, em especial os que têm como principal característica o brilho.

Justamente por isso, o polimento de pisos cerâmicos é um procedimento bastante comum.

Nele, o pavimento também é lixado, mas com um material mais fino e delicado do que o que é usado na raspagem de piso de madeira.

Depois de serem deixados uniformes novamente, os pisos recebem um produto que os encera, deixando-os brilhosos e impermeabilizados.

É assim também o procedimento de polimento de pisos de concreto, ou pisos de cimento queimado, como são conhecidos informalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *