Entenda como funciona o sistema de Sprinklers

O sistema de Sprinklers é considerado um dispositivo extremamente eficiente, usado principalmente em grandes edificações, tais como indústrias, escolas, condomínios, entre outros locais, que necessitam de alta proteção contra possíveis incêndios.
Basicamente, a rede Sprinklers é composta por pequenos chuveiros alocados no teto, que funcionam de maneira automática, assim que identificam qualquer tipo de foco de chama, ou aumento da temperatura do ambiente. Toda a rede formada pelos dispositivos, é ligada diretamente a um sistema de tubulação de água pressurizada utilizada especificamente para o combate a incêndios.

Um dos sistemas mais utilizados no mundo no combate a incêndios

A alta sensibilidade do Sprinkler é atribuída a um elemento que faz parte de sua estrutura principal, chamada de bulbo, que é constituído de vidro e possui um líquido em seu interior que se expande e se quebra ao constatar aumento do nível da temperatura, permitindo assim, a passagem da vazão da água e desta maneira, atua com rapidez, entre 15 e 30 segundo no combate a propagação das chamas.

A maior parte de Sprinklers tem o bulbo colorido, na qual as cores são determinantes na identificação do aumento do calor no ambiente, ou seja, a ação é realizada quando o dispositivo atinge a temperatura indicada no Sprinkler, que pode variar entre 68ºC, 70ºC, 93ºC e até 141°C.

Além de ser um sistema muito útil e necessário, a implantação do dispositivo possui a vantagem de ser confeccionado de acordo com as dimensões e necessidades dos locais em que serão aplicados. Outro benefício atribuído ao sistema é a sua longa vida útil, pois os elementos que compõe a rede são fabricados com materiais de alta resistência.

Componentes dos bicos de Sprinklers

Além do bulbo, elemento termo sensível, que pode ser nos formatos ampola de vidro ou fusíveis de ligação metálica, a estrutura dos Sprinklers é formada por diversos elementos, são eles: defletores, considerados componentes termo sensíveis, que atuam na quebra do bulbo, distribuindo o jato de água; obturador, elemento usado para a vedação do duto de descarga dos chuveiros; rosca, que é utilizada para a fixação na tubulação, sendo um componente importante para o suporte dos demais elementos e grampo u, peça que possui galvanização eletrolítica, confeccionada com diferentes matérias, tais como: alumínio ou em aço carbono, inox, que serve para a fixação do dispositivo.

Aplicação dos Sprinklers em sistema de CO2 para coifas

O exaustor industrial, tal como o sistema de CO2 para coifas, que tem a função de evitar que a fumaça e o cheiro se espalhem pelo ambiente, utilizadas principalmente em indústrias do setor alimentício, também possuem um sistema específico projetado para o combate a incêndios, semelhante ao sistema de Sprinklers, devido ao sistema para coifas ser constituído por dispositivos de acionamento automático ao identificar excesso de calor no local, entretanto, no caso deste tipo de sistema, em vez de água, o dispositivo é fixado na estrutura do equipamento que libera um determinada quantidade de CO2.

Neste sentido, tanto o sistema Sprinkler, quanto o sistema de CO2 possuem a mesma finalidade e funcionalidade, ou seja, combater possíveis focos de chamas, sendo considerados mecanismos muito eficientes em locais fechados. Portanto, são sistemas que se complementam, assim como também outros componentes como o extintor de incendio, também considerado um elemento essencial e obrigatório em locais que possuem grande risco combustão.

Neste sentido, podemos constatar que a tecnologia do sistema de Sprinklers pode ser aplicada também em outros tipos de estruturas, diferenciando-se somente alguns fatores específicos, como no caso do sistema em coifa industrial.

Sistema sprinkler como elemento importante na brigada de incendio

Sem dúvida, a implantação de mecanismos como o Sprinklers auxilia, e muito, nas tarefas atribuídas às brigadas, compostas exclusivamente por pessoas treinadas a realizar atendimento emergencial, pois atuam como componentes capazes de identificar focos de chamas e elevação de temperatura, deste modo, o sistema é considerado uma maneira preventiva, ou seja, auxilia no combate à propagação das chamas, reduzindo assim, os riscos inerentes de uma ação de uma brigada.

Neste contexto, tanto a brigada de incêndio quanto a implantação de Sprinklers em suas variadas aplicações, são fatores que aumentam, consideravelmente, a proteção dos ambientes, assim como, também, são elementos que atuam na preservação da vida, pois incêndios de alta proporção podem causar sérios danos às pessoas no local. Porém, é imperativo que o sistema seja instalado de acordo com as normas e legislações vigentes do setor, para a garantia de sua funcionalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *