8 passos para dar o upgrade que a sua casa precisa

De tempos em tempos, faz bem deixar a casa de cara nova. Afinal, o mercado da decoração se renova constantemente, fazendo com que novos materiais e recursos cheguem às lojas especializadas.

Todavia, muita gente desiste disso devido ao transtorno causado pela reforma. Outras, ainda, decidem deixar as coisas como estão, pois não dispõem de muito dinheiro para investir na renovação do ambiente.

Só que é perfeitamente possível transformar a sua casa com a mudança de pequenos detalhes, que são de baixo custo e não interferem no cotidiano dos moradores. Confira algumas dicas para isso a seguir:

Deixe a pintura em dia

Por mais básico que esse elemento seja, a pintura interna de casas pode revolucionar qualquer cômodo.

Uns dos motivos para isso é que, quando ela está em dia, a primeira impressão de quem frequenta o imóvel melhora drasticamente.

Mas não é só isso: mudar a cor de uma parede pode impactar fortemente na maneira como as pessoas se sentem quando entram nele.

O motivo por trás disso é a psicologia das cores, disciplina que estuda o efeito que cada tom tem sobre nossas ações e sentimentos. Os estudos da área revelaram muitas informações sobre as cores, tais como:

  • Vermelho: aumenta a frequência cardíaca;
  • Laranja: tende a aumentar a confiança;
  • Amarelo: desperta a criatividade;
  • Verde: calmante, reduz a pressão arterial;
  • Roxo: também desperta a criatividade;
  • Branco: cor da pureza e da fé;
  • Cinza: ênfase em valores intelectuais e espirituais.

Tendo em vista o efeito que cada tom tem sobre o corpo, é importante estudá-los antes de optar por pintar uma parede com ele.

Use texturas

Contudo, não é só a cor da parede que tem influência sobre o ambiente: a textura também exerce este efeito.

Muitas vezes, aplicá-la a uma parede que anteriormente era lisa é tudo o que aquele cômodo precisa para ficar de cara nova. Algumas delas são:

  • Grafiato;
  • Chapiscado;
  • Cerâmica texturizada;
  • Tijolos expostos.

Destes, o primeiro e o segundo podem ser feitos com tinta e massa corrida, que são encontrados em qualquer loja de material de construção. Os demais requerem técnicas mais avançadas e materiais específicos.

Invista em sancas

Não são apenas as paredes que podem ser transformadas para deixar um cômodo de cara nova: nada impede que o teto também seja renovado.

Normalmente, a melhor opção é sair do forro básico e investir nas sancas, sejam elas de gesso ou isopor.

Elas nada mais são que uma espécie de moldura, que circunda a área nos locais próximos às paredes, criando um rebaixamento.

Além do efeito estético, é possível usá-las em projetos de iluminação: as sancas fechadas, por exemplo, podem receber luzes embutidas, criando um efeito ainda mais incrível no ambiente.

Crie novos ambientes com drywall

Às vezes, uma pessoa pode estar insatisfeita com a divisão interna dos cômodos da casa. Ou, então, pode precisar de uma parede extra para instalar um rack para a televisão.

Da mesma forma, ela pode querer reduzir o barulho feito pelos vizinhos. Em todos esses casos, é possível resolver o problema usando um único material: o drywall.

Leve e maleável, ele consiste em chapas ou placas com miolo de gesso e forro externo de papel cartão.

Estas propriedades permitem que elas sejam montadas em praticamente qualquer lugar, mudando a organização do espaço sem interferir na estrutura da construção.

Além disso, como ela não é feita de tijolos, sua remoção também é simples e fácil. Isto a torna a alternativa perfeita para imóveis alugados.

Aproveite a iluminação natural

Por mais que um cômodo tenha um excelente projeto de iluminação, nada substitui a luz natural do sol, que entra pelas janelas. Assim, criar modos para que ela realmente penetre no imóvel também pode ser uma forma de renová-lo.

Uma maneira de fazer isso é instalar uma porta de vidro em cômodos nos quais a privacidade não seja um problema, como a cozinha, a sala ou um espaço de homeoffice.

Como ela é transparente, não será um obstáculo à passagem da luz, como uma porta de madeira, metal ou plástico seriam. Além disso, ela é muito moderna, e pode dar um toque contemporâneo à decoração.

Do mesmo modo, o vidro também pode ser usado no fechamento de varanda. Neste caso, ele cobre o vão tradicional do cômodo, protegendo-o da chuva e do vento, mas sem bloquear a entrada de luz do sol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *