6 dicas para tornar sua construção sustentável

Ao contrário do que muitos imaginam, as construções sustentáveis não foram pensadas somente para diminuir os impactos da construção civil no meio ambiente. 

As edificações que levam esse conceito foram planejadas de forma a melhorar a qualidade de vida das pessoas, ao mesmo tempo em que geram menos impacto no meio ambiente. 

A IMPORTÂNCIA DAS CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS

O conceito de construção sustentável não é novidade, mas por muito tempo foi negligenciado o impacto que uma construção poderia ter no meio ambiente. 

Construir de modo sustentável requer estar atento não só para diminuir os impactos ambientais, mas também para que seja possível aproveitar os recursos naturais com a máxima eficiência, como é o caso do uso racional da água e da energia elétrica. 

Outra grande preocupação é com relação a enorme quantidade de resíduos gerada na construção civil. Estima-se que em uma construção tradicional a taxa de desperdício de materiais chega em torno de 20%.

Os números são alarmantes, especialmente por que na grande maioria das vezes a eliminação dos resíduos é feita de forma inadequada. 

COMO EVITAR O DESPERDÍCIO?

É certo que o desperdício já é cultura no canteiro de obras. No entanto, esse tipo de prática oferece tanto prejuízos financeiros quanto ambientais.

Os números são alarmantes: uma pesquisa da USP demonstrou que o desperdício médio nas obras é de 8%.

Para alguns setores e materiais, as perdas foram ainda mais evidentes. Com o cimento foram observadas perdas de 8% a 288%, e os revestimentos e rejuntes também apresentaram números igualmente altos.

Por meio de adoção de processos mais eficientes no planejamento e execução do projeto, é possível evitar desperdícios de materiais e reduzir a eliminação de resíduos no meio ambiente,o que acaba por tornar uma construção mais eficiente.

COMO TORNAR MINHA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL?

Existem 5 princípios básicos que caracterizam uma construção sustentável. A seguir você confere cada um deles! 

1 – PROJETOS INTELIGENTES

O primeiro passo para garantir que uma construção seja sustentável é a otimização das suas características naturais. 

Isso significa fazer o melhor uso da luminosidade, ventilação, do clima e da vegetação existentes no local, tudo visando a eficiência dos recursos naturais, e é claro, o bem estar das pessoas que habitam o local.

2 – ESCOLHA CORRETA DOS MATERIAIS

Outra forma de tornar a sua construção sustentável é por meio da seleção de materiais, que deve ser feita de maneira a priorizar os materiais ecológicos e sua correta utilização. 

Alguns materiais próprios da construção sustentável são a madeira de reflorestamento, o plástico reciclado, telhas ecológicas, torneiras temporizadas, entre outros. 

É importante ter em mente que, algumas vezes os materiais ecológicos podem apresentar um custo mais elevado, mas que a longo prazo são justificáveis – não só pelo bem do meio ambiente, mas também com baixos custos de manutenção. 

Para te ajudar nessa etapa do processo, você pode utilizar o nosso checklist de perguntas: 

  • A matéria prima é reciclada e renovável? 
  • O processo produtivo apresenta baixo consumo de água e de energia? 
  • O produto é poluente? 
  • A sua instalação gera resíduos? 
  • A sua embalagem é reciclável? 
  • O produto apresenta algum selo de sustentabilidade
  • Quanto maior a compatibilidade do produto em questão com essas perguntas, melhor!

3 – EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

A eficiência energética é um dos pontos principais em construções sustentáveis. A ideia aqui é que as construções sejam capazes de se manterem de forma a economizar energia. 

Para tanto, você pode contar com a utilização de energia solar para o aquecimento da água, pode optar por eletrodomésticos de baixo consumo de energia elétrica, lâmpadas econômicas, entre outras medidas! 

4 – CONSUMO CONSCIENTE DE ÁGUA

Outra forma de garantir que a sua construção seja sustentável é por meio do consumo sustentável da água. 

Para isso, existem soluções como descargas de acionamento duplo e torneiras temporizadas, que ajudam a controlar o consumo de água em uma edificação. Você também pode tomar medidas como o aproveitamento da água da máquina de lavar para fazer a limpeza do ambiente. 

5 – ELIMINAÇÃO DE RESÍDUOS

Por fim, mas não menos importante, é a gestão dos resíduos da obra. As sobras da sua obra ou reforma podem se tornar um grave problema ambiental caso não haja o gerenciamento adequado. 

Classifique os resíduos da sua construção para que seja possível identificar os cuidados específicos que devem ser tomados com cada um dos materiais.

6 – USO DE SOFTWARES DE GESTÃO

Hoje em dia existem tecnologias capazes de auxiliar na etapa de levantamento dos insumos e serviços que serão necessários para a execução de um projeto, como é o caso do VEJA OBRA

Por meio de orçamentos completos e ferramentas de controle, fica mais fácil fazer previsões mais assertivas, o que acaba por diminuir o desperdício no canteiro de obras.

A sustentabilidade é algo que todo profissional do ramo da construção civil deve procurar. Hoje em dia, o debate em torno do consumo consciente é recorrente na sociedade, por isso é preciso conciliar o crescimento socioeconômico com a responsabilidade ecológica. 

Arquitetos que buscam por soluções sustentáveis na concepção dos seus projetos, conseguem sair na frente de seus concorrentes e ganham cada vez mais notoriedade, respeito e claro, clientes! 

Este artigo foi produzido pela equipe do VEJA OBRA, o software de gestão desenvolvido para auxiliar o profissional da construção civil desde o planejamento até a execução e controle dos projetos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *