Placas que são utilizadas com alta frequência na construção civil

O universo da construção civil é diversificado e possui muitos segmentos de compra, venda e produção de diferentes produtos para a sua sustentação, como é o caso das placas.

Seguindo como um dos maiores ramos profissionais brasileiros, perdendo somente para o setor industrial, a construção é necessária para que nós possamos viver, trabalhar e morar, pois é ela quem nos proporciona casas, prédios e rodovias.

E para que toda a estrutura de uma sociedade seja construída pelos funcionários desse segmento, diversos tipos de equipamentos e materiais são necessários para cada passo que será tomado pelo projeto, seja ele qual for.

Desde projeção, compra e sondagem de terreno até a finalização e pintura de uma residência ou prédio comercial, há diversos detalhes indispensáveis relacionados a uma estruturação que necessita de especificidades.

E uma dessas especificidades são as placas utilizadas com alta frequência no ambiente da construção civil. Elas são indispensáveis e possuem diversos tipos de funcionalidades. Algumas são produzidas com plásticos, outras com fibra de vidro e ajudam em diversos momentos de uma obra.

E para que você entenda cada uma delas, explicaremos sobre as principais neste artigo, para que elas não passem despercebidas no momento em que você decidir ter seu imóvel próprio e precisar comprar todos os equipamentos.

Tipos de placas para obras e suas características

Placa polietileno – Esse plástico é considerado o mais importante em relação as atividades de hoje em dia. Ele é um termoplástico, ou seja, deforma no contato com o calor e isso acontece quando está entre 110 e 115 graus.

O polietileno possui cinco modelos diferenciado que são:

  • PEAD – Alta densidade;
  • PEBD – Baixa densidade;
  • PEBDL – Linear de baixa densidade;
  • PEUAPM – Ultra alto peso molecular;
  • PEUBD – Ultra baixa densidade.

Cada uma dessas marcas e formas variadas possuem propriedades únicas e diferenciadas, sempre modificando resistência, impacto, alta ou baixa flexibilidade e estabilidade, seja ela térmica ou química.

Cada um será utilizado dependendo das condições de cada tipo de projeto na construção civil, sempre visando o melhor conteúdo para não prejudicar a estrutura da edificação.

Suas utilidades são constituídas em formas de objetos ou placas e podem ser adquiridas como caixas d’água, assento sanitário, em embalagens industriais, tubos e dutos corrugados para construções, entre outros diversos materiais.

A Placa de polipropileno é um material transformado em resina termoplástica que compõem diversas propriedades e permite várias aplicações no ramo da construção civil.

Essa chapa é altamente resistente a materiais que possuem produtos químicos e durável a radiações eletromagnéticas que podem ser emitidas por máquinas como o microondas.

Ela é muito utilizada na construção civil e aparece em vários formatos como piso montado para laje, escora realizada abaixo do piso da laje, montagem de cortina de concreto usado para a contenção, entre outros.

Além de servir para a indústria automotiva e outros segmentos que necessitam de suas peças e técnicas estruturais e propriedades, possui ótima flexibilidade, facilidade para ser soldada, moldada, pigmentada e aditivada.

O Policarbonato compacto 6mm, também um composto termoplástico, é um dos mais nobres do mercado hoje em dia. É de material maciço e atende uma gama de diversificações, se destacando em sua leveza como material, alta resistência, durabilidade e qualidade óptica em todo seu corpo.

Ele é muito utilizado quando a primeira opção, que é a placa de fibra de vidro, é descartada para o telhado ou alguma cobertura, e entra em ação com sua iluminação natural sem amarelar ou estragar caso a sua manutenção seja feita sempre que possível.

Placa de nylon – É produzida a partir de poliamida 6 e tem como maior característica sua resistência mecânica e ao super impacto e pressões externas, permitindo sua utilização em lugares com engrenagens, rodas e outros diversos componentes semelhantes.

Suas propriedades tão maciças são efetivas porque sua fibra se torna elástica e resiste aos percalços externos. Mas isso só é possível quando ela é fundida em temperaturas elevadas até chegar em ponto de fusão ideal.

Esse material também pode ser encontrado em formato de tubo nylon e tem seu uso em obras, assim como todos os outros citados acima.

Conclusão

Essas peças, a maioria com fabricação termoplástica, devem estar presentes nas construções para que sirvam como chapas de sustentação ou façam parte de uma peça indispensável de um maquinário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *