Saiba como calcular a quantidade de materiais de construção para sua obra

Uma das maiores preocupações de quem inicia uma obra é saber qual a quantidade de materiais que deverá adquirir para ter uma ideia mais exata de quanto irá gastar com a construção. Os materiais representam em média cerca de 60 a 65% do total gasto com a obra, por isso é tão importante saber o valor a ser investido neles e assim planejar o orçamento para construir sem o risco de ter que parar a obra na metade por falta de recursos.

Geralmente o cálculo da quantidade de materiais é feito por profissionais da construção civil, entre pedreiros, arquitetos e engenheiros, que conhecem as técnicas necessárias para definir exatamente quanto de cada material será necessário comprar. É importante observar que dependendo do estilo da construção e dos padrões de acabamentos, podem ser necessárias quantidades diferentes de cada material.

Existem algumas formas de estimar a quantidade de materiais de acordo com o tamanho da obra, e para isso é necessário observar as características do projeto e os tipos de materiais escolhidos. Essa estimativa servirá como uma orientação para saber em média quanto de cada material será preciso adquirir, e para ajudá-lo a fazer essa conta vamos usar como exemplo um imóvel de 100 m², feito em alvenaria.

Tijolos e blocos: a quantidade exata desses materiais irá variar conforme a quantidade e a altura das paredes do imóvel, além das características da base. Em média, serão necessários cerca de 7.000 blocos e 1.200 tijolos para construir um imóvel de 100 m².

Telhas: optando pela telha de cerâmica, que é uma das mais utilizadas em imóveis residenciais, será necessário adquirir cerca de 16 telhas para cada m² de telhado. Considerando que o telhado de duas águas tenha 120 m² de área, serão utilizadas cerca de 1.920 telhas.

Pisos e revestimentos: esses materiais costumam ser vendidos por m², por isso para saber qual a quantidade a ser adquirida é necessário calcular primeiramente a área do local onde será feita a instalação, multiplicando a largura pelo comprimento. Uma sala que tenha 3 m de largura x 5 de comprimento terá 15 m² de área, e portanto irá precisar de 15 m² de pisos. Vale lembrar que o ideal é sempre comprar cerca de 10% a mais do que a quantidade exata calculada para os cortes e perdas que venham a ocorrer durante a instalação.

Cimento: a quantidade exata de cimento irá depender das características da fundação do imóvel, bem como do número de paredes a serem construídas. Para trazer uma média geral, podemos afirmar que serão utilizadas em média 270 sacas de 50 kg de cimento para um imóvel de 100 m². O ideal é não comprar o cimento com muita antecedência, pois ele pode empedrar e causar desperdícios na obra.

Areia e britas: assim como no caso do cimento e dos tijolos, a quantidade exata de areia e britas a ser usada na construção irá variar conforme as características da fundação e das paredes do imóvel. Em média, serão utilizados cerca de 11 m³ de britas, 18 m³ de areia grossa e 15 m³ de areia fina. Porém, o ideal é que o pedreiro faça o cálculo com base no projeto do imóvel para saber exatamente quanto você irá precisar adquirir.

Tinta e massa corrida: a quantidade de tinta e massa corrida irá depender muito do rendimento dos produtos escolhidos, bem como da qualidade apresentada por eles. Considerando materiais de boa qualidade e alto rendimento, serão necessários em média 4 galões de 20 litros de tinta e 3 latas de 25 kg de massa corrida.

Fios e canos: para calcular a quantidade de fios a serem comprados, é preciso considerar o número de tomada e circuitos do imóvel, bem como a distância até o quadro de distribuição. Em média são utilizados cerca de 400 m de fio para fazer uma instalação elétrica residencial básica. Já a quantidade de canos varia conforme o total de pontos de água do imóvel, sendo que o mínimo a ser adquirido geralmente fica em torno de 40 de canos.

As estimativas apresentadas podem variar muito em função do projeto arquitetônico do imóvel, por isso é recomendável sempre consultar um profissional especializado para que ele faça um cálculo preciso para sua obra.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *