Como escolher o cercamento de sua propriedade?

Com o crescimento da insegurança que se instala atualmente no país, aumentou a procura de produtos que possam trazer um pouco mais de alívio e segurança para empresários.

Comerciantes, estabelecimentos privados, industriais, públicos e até para um simples morador de cidade grande (condomínios e conjunto de casas residenciais).

O cercamento de propriedades é a saída que a maioria recorre para evitar ao máximo de infortúnios.

É válido ressaltar que para as propriedades rurais também existem opções de cercamento: seja para segurança, para cada atividade específica do campo e para demarcação de terreno.

É preciso verificar qual é o tipo mais adequado para aplicar no terreno desejado.

Gradil ou alambrado: conheça suas distinções

No mercado atual é comum ter à disposição do cliente algumas formas de cercamento de propriedade.

Com isso, cria-se várias opções e modelos para cada tipo de situação.

O gradil é um dos mais procurados por ser considerado mais versátil, comum e por caber/atender às necessidades da maioria dos consumidores.

Ele possui uma gama de opções para se adequar a vários espaços:

  • Condomínios residenciais;
  • Patrimônios industriais, comerciais e públicos;
  • Estacionamentos;
  • Construções civis;
  • Guarda-corpo (proteção instaladas geralmente em varandas, terraços, escadas, entre outros).

Divisórias internas e externas como, por exemplo, aquelas barras que há para organizar filas nas entradas de shows.

Apesar de ser produzido com material pesado, aço inox, ele é de baixo custo, muito resistente — até com as constantes mudanças climáticas — e tem grande durabilidade.

Sua instalação também é bem simples e maleável, tudo depende de como é o projeto de cercamento.

A manutenção também é barata e, dependentemente do reparo, o tempo de vida útil dela ainda se renova por algum tempo.

Outro tipo de cercamento comum é o alambrado, mas ele é menos resistente do que o citado anteriormente, pois sua matéria-prima deriva de algum tipo malha ou fios.

Os alambrados são ideais para cercar espaços ao ar livre ou abertos, como, por exemplo, campos de futebol e quadras esportivas. Suas vantagens:

  • Instalação fácil e prática;
  • São mais resistentes que as telas;
  • Pode ter uma resistência longa.

Quando feito com PVC existe uma diversidade de cores, no entanto, a maioria das empresas comercializam somente as opções de cores verde, azul e cinza.

O preço de alambrado para cerca tem muitas variações, pois depende de qual é a demanda do terreno que se deseja instalá-lo, seu tamanho e qual o material escolhido.

Lembrado que uma de suas características, que o difere de outros tipos de cerca, é que ele vem traçado no formato de losangos e, também, concede a possibilidade de o próprio proprietário do terreno colocá-lo

Em relação a quanto custa para colocar alambrado no terreno isso também tem uma variação, em média o custo pode variar de R$ 4 mil a R$ 20 mil reais, mas depende de cada caso.

Cerca de arame farpado ainda é utilizado?

O arame farpado, talvez, seja o mais conhecido tipo de cerca.

Ele consiste em fios, dois ou mais, entrelaçados e, geralmente, com algumas pontas para cima remetendo a espinhos de plantas.

Atualmente, esse material serve somente para dois tipos de cercamento: nas residências para evitar assaltos e para deter animais pertencentes às fazendas (gado, por exemplo).

No entanto, o arame farpado cerca já foi muito usado em campos de guerras para proteger as bases militares dos inimigos.

Com o passar do tempo, foram criados outros modelos de arame farpados. Conheça alguns tipos:

  • Arame farpado potro: ideal para cercas curtas e para prender animais de médio e pequeno porte. Flexível, manuseio e aplicação fáceis;
  • Arame farpado touro: ideal para lugares alagadiços, é resistente às mudanças climáticas e umidades, possui fios de arame finos e tripla camada de galvanização;
  • Arame farpado urso: é indicado às regiões úmidas e apesar dos fios finos é um dos mais resistentes;
  • Arame farpado zebu: ideal às áreas de difícil acesso, pastos, por exemplo; seus fios tem uma grossura média com farpas pontiagudas por dentro e por fora;
  • Arame farpado elefante: para regiões um pouco úmidas e que precisam de arames bem resistentes. Seus fios são de alta espessura, esse tipo de arame é durável e resistente a influências naturais e humanas;
  • Arame farpado gir: ideal para ambientes rurais para cercar animais pequenos e não agressivos e ambientes urbanos.

O recomendado antes que fazer qualquer cercamento de propriedade é prestar atenção nos detalhes e levar em consideração três pontos:

O investimento (questão financeira), a estética do local e checar qual é o grau de segurança necessária.

Verificado isso, o proprietário traçará a melhor forma de proteção e escolherá o material mais condizente para assegurar seu patrimônio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *